quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Blue


Ando muito "avoada" mesmo... Esqueci de contar outra coisa importante!
Meses atrás, meu marido estava passando pela varanda e deu um grito assustador. Saí correndo de casa para saber o que era. Meu coração quase saiu pela boca e minhas pernas tremiam sem parar.
Quando cheguei onde ele estava, percebi que não havia nada estrano, mas ele estava atônito, parado e olhando fixamente para uma outra porta. Eu perguntei, gritando, umas mil vezes o que era e ele só me mandava sair dali, tb gritando.
Pensei que ele estivese mesmo ficando doido, porque eu não via nada.
Avancei e ele deu um brado:
- Está no seu pé!!
Aff... pulei e não vi nada...
Só depois de longos minutos percebi que havia um caranguejo gigante ao lado da planta da porta...
Prá um brasileiro que mora no Nordeste há 4 anos e meio, não é muito assustador, mas para um romeno..rs... foi triste! Ele na~osbia o que era, mesmo tendo comido caranguejo várias vezes, porque ele estava enorme e bem azul.
Pegamos o bixo e colocamos num balde par morar.
Foi a festa do Fernadno... colocou nome no bixo e ficava o dia inteiro dando comida para ele. Avisamos que ele morreria se engordasse mais, mas ele estava cego. Era "Blue" prá cá, "Blue" prá lá...
Essa semana ele morreu.
Morreu de tão gordo que estava.
Não tínhamos percebido, mas um amigo nosso veio nos visitar e antes de ir embora, decidiu dar uma olhada no balde. Para nossa surpresa, não ouvimos nenhum barulho e constatamos o que estava na cara: morte por excesso de peso.
Cozinhei o pobre e o Fernando, parendo o Homer Simpson, comeu.
Aqui está a foto dele quando chegou em casa.

Um comentário:

  1. Meu Deus, vcs comeram o bixo de estimação...q medo de vcs....ahahah...

    Caramba, diz pro Fernando q eu queria ser uma mosquinha pra me matar de rir desta cena....kkkkkk

    Saudades...

    bjos

    ResponderExcluir