sábado, junho 16, 2007

Quero que o mundo se acabe em gelatina

Quando era mais nova meu padrasto sempre falva que eu queria que o mundo se acabasse em gelatina. Eu ficava uma arara porque era o mesmo de dizer que eu era folgada.
Mas hoje acabei de pensar nisso. Voltei da minha aula (tô dando aula de espanhol num cursinho pré-vestibular) e ,meus pés estão doloridos, estou com fome, com sono, com cólica e pensei:
- Quero que o mundo se acabe em gelatina!
E isso não me ofendeu. Eu gostei!
Isso mostra algumas coisas:
1. Eu mudei.
2. Eu devia mesmo ser uma garota folgada.
3. Padrastos podem falar coisas idiotas na hora errada, mas não significa que estejam errados.
4. Cansaço e folga são muito parecidos em sintomas e desejos.