quinta-feira, janeiro 18, 2007

Paciência

Paciência

De esperar somos feitos
e só por esperar nada é feito
dizem que quem espera, sempre alcança,
mas não é sabido
que só alcançará
o que não esperar?

Certos conceitos se confundem em mim
De esperança vivo,
Esperança do que vem
Do amanhã, da resposta,
Do telefonema, do e-mail,
Do abraço, do elogio,
Da crítica, da opinião,
Do desconhecido.

Às vezes pagamos prá ver,
Por não saber esperar sem ver
Esperar sem ter,
Esperar sem saber.

Esperar não é crer sem ser?
Uma pequena certeza do que ainda não é,
Da idéia, do pensamento?
Esperar é a oficina dos sonhos.
De esperança são feitos.
Não há sonho concreto,
Neste caso temos fato.

Todo fato foi sonho e idéia.
Foi esperado, gerado, aguardado
Depois de criado, ainda informe e inexato
Recebeu o próprio sopro de fé
E houve.

2 comentários:

  1. Talvez a paciência, sem comodismo... talvez um pouquinho de comodismo... difícil saber qual é a dose certa.
    Como ter paciência num mundo imediatista??? Onde "não tenho tempo" de esperar o enorme minuto do leite no microondas???

    ResponderExcluir
  2. Credo....estava indo bem...agora já abandonou tudo...eu hein....

    VOLTA, VOLTA, VOLTA, VOLTA...

    bjos

    saudades

    ResponderExcluir