quinta-feira, janeiro 11, 2007

barquinho1


Vêde!
Cautelosamente vai
um barquinho a vagar.

E o vento que é o seu motor,
não o deixa parar.

Minha vida é assim também:
não vive no mar,
mas vive a vagar!

Sou como um barquinho cruzador

Mas quem me conduz é o Senhor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário