sexta-feira, dezembro 07, 2007

07 de dezembro de 2007.

O ano logo chegará ao fim.

Quando era pequena ouvia as pessoas "maiores" comentando como faltava tempo para isso e aquilo, como a vida estava passando rapidamente e sinceramente, achava tudo tão distante da minha realidade... Meu tempo passava devagar. Quando mesmo eu teria 12 anos? E que falar dos 15?
Nem chegava a sonhar com os 18 porque sabia que seria uma eternidade até que eles viessem.

Mas percebi com o passar desse mesmo tempo, que ele tem várias faces e que se revela de maneira diferente a cada idade, conforme aquilo que cada uma pode entender, perceber.


Hoje eu mesma tenho a impressão de que tudo passa com muita velocidade, que os dias escoem pelas mãos como grãos de areia, aquela sensação que tinha quando era criança e brincava na praia, deixando a areia escapar entre os dedos se repete com o tempo e minha vida.

Mas não me queixo. Apenas observo.

E acho tudo muito bonito. Bonito ver que o tempo corre para mim e é tão letárgico para meus alunos de 5 anos na EBD, que nem entendem quanto tempo falta até o Natal.

Mas deixando tudo isso de lado, como disse Cecília Meireles, "o essencial é viver".

Nenhum comentário:

Postar um comentário